Victor & Léo lançam novo CD "Amor de Alma"
Victor & Leo lançam CD “Amor de Alma”
no começo de Novembro/11

Música integra o novo CD da dupla que chega às lojas na 1º Quinzena de novembro.
A capa do novo trabalho está bela, a cara da dupla.

Release Victor & Leo - CD "Amor de Alma"
Por Luiz Cesar Pimentel

Daria pra estender metros de folhas aqui contando as proezas de Victor & Leo nas quase duas décadas de carreira musical e nos 9 anos de carreira fonográfica em que lançaram dois DVDs, um documentário e chegam ao 9º CD, este “Amor de Alma”. Daria pra dizer que são os artistas mais tocados no Brasil nos últimos três anos, que a agenda de shows é isso e aquilo…Mas colocaria este “Amor de Alma” no mesmo grupo de lançamentos. E este é um trabalho diferente.

A começar pela capa. A ideia foi de Victor, ter os dois cavalgando lado a lado, uma cena que remete imediatamente às origens da dupla, tanto musicais quanto de vida.
“Foi uma grande ideia (do Victor), inovadora e corajosa. Traz nossa essência mais rural, de contato com campo, e mostra a gente unido, fazendo o que amamos, pois é o espírito do disco”, confirma Leo.

Para o lançamento, não economizaram tempo nem trabalho. Resolveram eles mesmos produzirem o CD, além de manterem a tradição de fazerem todos os arranjos, missão que os consumiu durante seis meses. Mas que compensa de uma forma que Leo carrega a voz em orgulho e satisfação para explicar.

“Nós tomamos essa decisão. Mesmo que demorasse mais, o disco teria que ter a nossa cara, nossa essência. Por isso cuidamos de todos os detalhes. E o meio termo é o que ficou no CD. Sempre fazemos arranjos, mas muitas vezes o Victor gosta de A e eu gosto de C, aí tivemos que encontrar esse B.”

Por detalhes, inclua aí as variadas influências da dupla, que vão de sertanejo de raiz (Trio Parada Dura, Teodoro e Sampaio, João Mineiro e Marciano) passando pelo regional brasileiro (Almir Sater, Alceu Valença) até chegar ao pop rock (Neil Young, Eric Clapton, Dire Straits).

O disco abre justamente como Leo reforça na entrevista – “diria que (“Amor de Alma”) é 80% dançante”. O acordeão puxa a tropa em “Boteco de Esquina”, canção aforrozada que faz cama perfeita para Leo soltar a voz. “Venha Ver o Mar” segue a mesma linha, nessa mistura de sucesso elaborada pela dupla de sertanejo com pop e energia de forró.

Mas a segunda canção é onde mais a dupla calca a assinatura. A música que batiza o disco é exemplo do pop perfeito – abre com uma levada que tangencia o pop britânico e ganhacorpo na melodia que não desgruda da cabeça e nos toques de acordeão e sertanejo. Não por acaso é a música de trabalho.

O disco segue nessa toada com “Mal resolvido”, que flerta com o folk rock e que os dois assinam a composição; e “Lu”, que vem na sequência, é mais uma da leva das aforrozadas.

“É um CD com ritmos mais diversificados, muitas vezes para o forró, com batidões e também bastante de música latina”, diz Leo.

A primeira balada do trabalho é “Lágrimas”, mas ela acelera e cresce no refrão até culminar em mais uma pepita pop: “Mil desejos/Fantasias/Segredos/Sentimentos perdidos no tempo/As lembranças/Os momentos/As Lágrimas choradas ao vento”.
Nesse ponto, “Amor de Alma” abre uma picada de regravações de outros artistas que reforça mais a afirmação de ecletismo de Leo.
A primeira é “Sexy Yemanjá”, de Pepeu Gomes, e que ficou famosa como tema de abertura da novela Mulheres de Areia, nos anos 90: “A noite vai ter lua cheia/Tudo pode acontecer(...)”. O reggae/ska ganha características regionais com acordeão.

A próxima é um pout-pourri de “Fuscão Preto" e "O Doutor e a Empregada”, pérolas do cancioneiro popular que ganham versão dançante, somadas a um toque de Victor com "O Fuscão e a Empregada".

E a trinca de regravações fecha com “Passe Livre”, de Teodoro e Sampaio, e reforço de "Se Eu Não Puder te Esquecer", de Moacyr Franco. Mas nesta Victor e Leo refletem o clima sertanejo raiz da versão original.

Entra em cena a convidada especial do trabalho, a revelação do sertanejo brasileiro, Paula Fernandes, para fazer dueto em “Sonhos e Ilusões”, balada de violão com arranjo de voz de cair o queixo.

“Somos muito amigos da Paulinha, há anos, e às vezes ela canta conosco. Na hora de gravar a música, lembramos que ela sempre foi louca pra gravá-la. Aí a convidamos e ficou fantástica”, conta Leo.

Assim como a chave de ouro que encerra o trabalho, “Longe” e “Se Não For Amor”, duas pérolas que esbarram no pop rock, cadenciadas no violão e voz.

Retornando ao início do texto, daria para estender metros de folhas abaixo para falar mais de “Amor de Alma”, mas o melhor que você pode fazer é ouvi-lo.

Departamento de Imprensa - Sony Music

Faixas do CD:

01 - BOTECO DE ESQUINA
02 - AMOR DE ALMA
03 - VENHA VER O MAR
04 - MAL RESOLVIDO
05 - LU
06 - LÁGRIMAS
07 - SEXY YEMANJÁ
08 - FUSCÃO PRETO/ O DOUTOR E A EMPREGADA/ O FUSCÃO E A EMPREGADA
09 - PASSE LIVRE / SE EU NÃO PUDER TE ESQUECER
10 - SONHOS E ILUSÕES EM MIM
11 - LONGE
12 - SE NÃO FOR AMOR

Post anterior

Victor & Leo, a dupla que deu novo rumo à música sertaneja, prepara o novo álbum de inéditas. “Amor de Alma” será a primeira música de trabalho do CD homônimo e estará nas rádios a partir de 26 de setembro.

Os músicos foram os responsáveis pela produção, arranjos e todo o processo de finalização do projeto, que tem lançamento previsto para segunda quinzena de outubro.

Ouça aqui um trecho de “Amor de Alma”:

http://soundcloud.com/sonymusic/victor-leo-amor-de-alma-teaser

Christiana Rocha Miranda
Coordenadora de imprensa - Sony Music

 
Divulgue o seu artista, seus produtos, sua festa de peão, sua balada em nosso canal
COUNTRY CLUB TV
Entre em contato conosco!
 
 

Country Club Brasil ©2006 - Todos os direitos resevados