Michel Teló lança CD e DVD "Bem Sertanejo"
Michel Teló – DVD Bem Sertanejo

Som Livre lança DVD com entrevistas do quadro exibido pelo Fantástico

Para Michel Teló é “um projeto pessoal que vinha desenhando há anos e que se tornou uma obra muito verdadeira”.

Mas a real é que o DVD “Bem Sertanejo” é um documento da música brasileira, um importante tijolo que tanto serve como alicerce da história da arte do país quanto um produto delicioso de ser assistido.

O DVD chega às lojas ainda esse mês pela Som Livre e é a compilação dos quadros que Teló registrou para o programa Fantástico. Nele, o cantor visita grandes nomes da música sertaneja, cantam hits do gênero e contam histórias e passagens das carreiras.

Durante as gravações, Michel Teló tinha, quase sempre (por vezes o violão, e sempre o microfone) e canta junto a Gusttavo Lima e Luan Santana (“Saudade da Minha Terra“), Jads & Jadson e Almir Sater (“Chalana”), Jorge & Mateus (“No Mesmo Olhar”), Chitãozinho & Xororó (“Fio de Cabelo” e “Moreninha Linda”), Rick & Daniel (“Página de Amigos”, “Hoje Eu Sei” e “Mágoa de Boiadeiro”), Bruno & Marrone e Cesar Menotti & Fabiano (“Amargurado”).

A dupla Zezé di Camargo & Luciano também participa com “Ainda Ontem Chorei de Saudades”, assim como os artistas Milionário & José Rico (“Sonhei com Você”), Victor & Leo e Fernando & Sorocaba (“Fazenda São Francisco” e “Chico Mineiro”), Paula Fernandes (“Índia” e “Beijinho Doce”), Sérgio Reis (“Pinga ni Mim”), Eduardo Costa e Leonardo (“Telefone Mudo” e “Pedaço de Minha Vida”) e a inédita “Implorando pra Trair”, com Gusttavo Lima ao vivo.

Na sequência musical de uma hora cravada, dois ingredientes fazem a diferença. O primeiro é a presença do próprio Teló, que expõe o clima de amizade e companheirismo do gênero e todos, convidados e anfitrião, se apresentam soltos, como se não tivesse câmera para registrar. Conduz com maestria, em mistura de diretor de cena e produtor musical. O segundo é a própria dinâmica do registro. Em vez de cantarem em terreno estéril e neutro, como estúdio, todas as gravações aconteceram onde os artistas se sentiam mais confortáveis.

Assim, Almir Sater abriu sua fazenda no Pantanal, Xororó, a própria casa, em Campinas (SP), em meio a churrasco preparado pelo próprio. Bruno, Marrone, César Menotti e Fabiano gravaram à beira do rio, em Uberlândia. Nada de cenário, nada de inserção posterior, tudo é ali, como se o espectador estivesse no meio da roda.

Os convidados foram escolhidos com a ajuda de Teló. “São pessoas que admiro, que trazem conteúdo enorme na carreira. (O formato do programa) Já estava na minha cabeça, os convidados, a importância histórica deles, o que cada um representa. E executar com esses grandes nomes foi muito especial. Desde que me conheço por gente vivo neste mundo sertanejo. Então, imagina só”, diz Teló.

A segunda parte é igualmente saborosa. São as conversas que rolavam antes, depois e até durante a cantoria. Causos, muitos causos, e cada personagem contando generosamente como na prática contribuíram para essa transformação da música do campo em cartão de visitas do país e em um de seus gêneros mais prolíficos.
Claro que bastante coisa não coube neste (primeiro) DVD. “Com a Paula Fernandes, cantamos umas sete músicas, com o Xororó, nove. O repertório foi escolhido de modo bem tranquilo. Conheço o pessoal e sabia o que casava com cada um. Aí ligava, sugeria e fechávamos”, conta Teló.

Algo que não conseguiu colocar em “Bem Sertanejo”?
“Olha, eu sou muito fã do Christian & Ralf. Não consegui gravar com eles a tempo. Mas há algumas semanas nós gravamos e foi ao ar.”
Fica pro segundo volume?
“Pois é, tem que ser. Ainda falta tanta gente, Matogrosso & Mathias, Cesar & Paulinho...Ixi, se eu começar não paro”, arremata. Que venham os próximos.

Serviço:
DVD “Bem Sertanejo”
Preço Sugerido

Assessoria de Imprensa | Michel Teló
Perfexx Assessoria|www.perfexx.com.br

Ana Paula Aschenbach/ Rogerio Bolzan
Tânia Barbato/ Lucas Damião/ Gabriela Carvalhal
Camila Soares

Sobre a Som Livre
De 1969 para cá o mercado fonográfico mudou, assim como a forma de se consumir música. Hoje, 45 anos depois de sua criação, a Som Livre é muito mais do que uma gravadora, é o espelho musical do país. Uma empresa 100% nacional voltada para a música, seja qual for a sua plataforma e que reflete, através de seus lançamentos, o gosto e o hábito de consumo do brasileiro.

A Som Livre possui diversas frentes de negócios: venda física, digital, shows, licenciamento e editora. Em seu time são mais de 100 artistas e sua editora é uma das mais importantes do país, representando os direitos de compositores nacionais e internacionais. Na linha de shows, a empresa aposta em festivais de música, que acontecem por todo o país, com as marcas Arena Pop, Festeja, Samba D+ e Arena de Ouro (uma parceria com a Confederação Nacional de Rodeios).

In Press Porter Novelli – Assessoria Som Livre
Gabriela Murad/ Ana Claudia Santos/ Tatiana Wolff

Aguardem em breve nossa entrevista exclusiva que fizemos com o cantor Michel Teló.
 
Divulgue o seu artista, seus produtos, sua festa de peão, sua balada em nosso canal
COUNTRY CLUB TV
Entre em contato conosco!
 
 

Country Club Brasil ©2006 - Todos os direitos resevados